23 de abril de 2010

metamorfose ambulante

"É fácil dizer-se que não é um grande livro. Mas que qualidade lhe faltará? Talvez a de nada acrescentar à nossa visão de vida".
(Virginia Woolf)
Essa semana vi um filme tão bem recomendado e achei super chato, reli coisas que havia gostado e agora achei tão fracas!
Essa frase de Virginia Woolf veio ao encontro desse assunto, nada pode ser definitivamente muito ruim ou muito bom, tudo depende das referências e importâncias naquele momento da vida. O que aquilo lhe acrescenta! ?!
Sou assim com várias coisas: com comidas e roupas, com livros, filmes e músicas...com gente e lugares também!
Quer saber, acho ótimo!!
Cada vez mais - me permito mudar de ideia-
Tenho descoberto tanta coisa...

7 comentários:

blogdaSerenadog disse...

Isto é saber viver...Permitir-se novas visões e dar a si mesmo a oportunidade de descobrir, descobrir e descobrir...Caso não gostarmos daquilo que descobrimos...tapamos novamente.
Seus textos e ilustrações são sempre especiais.
Lambidas sabor sopinha de pacote salpicada com naquinhos de filosofia...

Suely Machado disse...

Olá Claudia, obrigada pelos elogios sobre meu blog, gostei muito de você fazer parte dele. Parabéns pelo seu que esta muito interessante. Vamos nos falando, ok ? Um grande beijo.

Berna disse...

Oi! alguém já disse...só não muda de idéia, quem não as têm. E muito a propósito...Hoje, dia 23, é o dia mundial do livro....muito bem postado. Adorei as borboletinhas, as vzs me sinto assim tbém, o que tinha muita importância ontem, hoje já se transformou! bjumãe.

Cláudia disse...

oi Serena,
cães são assim...mudam de ideia toda hora...muito bom, sempre aprendo com vcs...obrigada pelo comentário generso!
lambeijos chuvosos...

Cláudia disse...

Olá Suely,
Seja super bem-vinda!
Bom, os cães e-animais em geral- são assunto de honra por aqui...apareca sempre...também agradeco a visita!
Beijos!

Cláudia disse...

berna,
boa lembrança a do dia do livro! concordo plenamente com tua colocação, obrigada por sempre SOMAR!
beijos
love

Cida disse...

Clau, quando vi a postagem desse livro em seu blog, me lembrei daquela música do Raul Seixas ... lembra? aquela que ele fala ... "essa metamorfose ambulante" talvez ele tenha se inspirado nesse livro, né??? bjs.